Semana do Combate ao Abuso e Exploração Sexual das Crianças e Adolescentes na Wise Madness

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

De acordo com pesquisas mais recentes (2014), o Brasil tinha um caso de abuso notificado a cada 11 minutos, porem esses dados ainda não representam a realidade no País, já que por diversos motivos como medo, desinformação, desemparo familiar entre outros aspectos levam a vítima a não procurar ajuda.
Existe também outra triste realidade em meio as estatísticas de abuso e exploração sexual, a omissão por parte da família.

Você pode ajudar a mudar essa estatística denunciando o agressor a polícia e demais órgãos competentes, recomenda-se caso a criança venha até você relatar o abuso não questionar o ocorrido junto a família do menor, deve-se procurar a delegacia de polícia mais próxima imediatamente ou pelo disque 100. Pois os casos envolvendo familiares pode trazer maior risco a vida da criança caso a família seja notificada.

Na semana do combate a exploração sexual e abuso infantil ocorre no dia 18 de Maio pois em 1973 aconteceu um crime bárbaro que chocou o País. A data relembra o caso de Araceli Cabrera Sanches que com apenas 8 anos de idade foi sequestrada por jovens em 18 de Maio. A menina foi drogada, espancada e morta por eles, e virou símbolo dessa luta.

Na Wise

Os educadores das 3 unidades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, Galpão, Rasi e Brac, realizaram durante toda a semana do dia 21 a 25 de maio atividades sobre o tema com as crianças e adolescentes que frequentam o serviço em ambos os períodos, alertando-os  e mostrando que nao precisa se esconder e ter medo e que nós estamos aqui para ajudar.

Wise Brac

Uma das atividades foi sobre as flores amarelas, que simbolizam a Campanha de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de crianças e adolescentes, que representa também a fragilidade, pois assim como uma flor precisa ser cuidada, as crianças e adolescentes precisam de atenção e cuidados às suas necessidades.

Wise Rasi

Grupo de Voluntários da Jocum Vila – projeto SOU realizaram diversas atividades lúdicas com as crianças e adolescentes que frequentam o serviço de convivência e fortalecimento de vínculos.

 

vinheta Analía

Comentários